Para quem quer compreender a História do Homem, discutir os fatos que transformaram sociedades, que mudaram mentalidades e que lhe fará capaz de modificar muita coisa, esse é o seu lugar. Enfrente esse desafio.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

RESUMO - CRISE DE 1929

CRISE DE 1929


APÓS A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL:

• Os Estados Unidos passaram da posição de maiores devedores dos europeus para principais credores (exemplo: Plano Dawes)
• Transferiu-se o “Eixo Econômico” da Europa para os Estados Unidos

OS LOUCOS ANOS 20

• Euforia Econômica: “AMERICAN WAY OF LIFE” (“Estilo de Vida Americano”) Estilo de vida consumista, despreocupada e feliz...
• Moralização da Sociedade: “LEI SECA” (1920 – 1933) – Conseqüência: venda de bebida ilegal (atuação dos gângsters)
• Novas Manifestações Culturais:
o JAZZ
o CINEMA DE HOLLYWOOD
o NOVA MODA (Mulheres: vestidos mais curtos – Homens: uso do terno e da cartola)
• Desigualdades Sociais: Aumento Salarial – 13% - Aumento da Produção: 75% (concentração de renda nas mãos de 1/3 das famílias estadunidenses)

AGRICULTURA

• Mecanizada
• Reduz a Oferta de Empregos
• Estoques
• Produção Maior que o Consumo
• Crise

INDÚSTRIA

• Racionalização
• Automóveis
• Créditos
• Produção Maior que o Consumo
• Crise

FINANÇAS

• Ilusão de lucros fáceis: investimentos em ações na Bolsa de Valores
• Principais Fatores: CRISE DE SUPERPRODUÇÃO + ESPECULAÇÃO
• QUEBRA DA BOLSA DE VALORES DE NOVA IORQUE (24/10/1929): 
“A QUINTA-FEIRA NEGRA”

O NEW DEAL
• Franklin Delano Roosevelt: Partido Democrata
• Medidas econômicas destinadas à superação da crise econômica (inspiradas nas idéias do economista inglês John Keynes)
• Fim do Liberalismo Econômico Clássico (Adam Smith)
• Início do Neocapitalismo (Planejamento Estatal)

Principais Medidas do New Deal:

• Controle governamental dos preços de diversos produtos industriais e agrícolas
• Concessão de empréstimos aos proprietários agrícolas, para que pagassem suas dívidas e reordenassem sua produção
• Realização de um amplo programa de obras públicas, destinado à oferecer trabalho a milhões de desempregados
• Criação de um seguro-desemprego
• Recuperação industrial com base num pacto em que se garantiam os interesses dos empresários (acordo sobre preços, limitação da produção às exigências do mercado) e dos trabalhadores (limitação das jornadas de trabalho, estabelecimento de um salário mínimo, etc.

CRISE DE SUPERPRODUÇÃO



POBREZA


FILA DE DESEMPREGADOS



Pânico em Wall Street

Reportagem "Veja na História" sobre a crise de 29. Ao final da reportagem tem um vídeo muito bom com as bem interessante com cenas da corrida às ações em Nova York e a perplexidade dos investidores depois da quebra. Vale apena dar uma olhadinha!


http://veja.abril.com.br/historia/crash-bolsa-nova-york/especial-quebrou-panico-acoes-wall-street.shtml

Livros

"1929: A Crise que Mudou o Mundo"
Voltado aos alunos do ensino médio e últimos anos do ensino fundamental, o livro traz linguagem de fácil entendimento para explicar a crise de 1929 e suas consequências para o mundo. 

Entre as décadas de 20 e 30, a economia mundial saiu da euforia para a depressão. O desemprego e a fome chegaram a quase todos os cantos da terra. Depois daqueles anos trágicos, o capitalismo nunca mais seria o mesmo.

Em seu conteúdo, o livro aborda o crescimento acelerado e a euforia do consumo da economia americana nos anos 20, o problema da concentração de renda, a quebra da Bolsa de Nova York, a Grande Depressão, a crise no resto do mundo e o que houve depois da crise. Contém ainda suplemento de atividades para os estudantes.

Coleção: ENCYCLOPAEDIA
Autor: GAZIER, BERNARD
Editora: L&PM EDITORES
Assunto: ECONOMIA

Sinopse:
A crise de 1929 foi uma depressão generalizada da produção em quase todo o mundo industrializado. A cada dia se multiplicavam as demissões em massa e os pedidos de falência. O crash da Bolsa de Nova York causou um impacto jamais visto no mercado financeiro. Esta obra retoma a história da Grande Depressão, suas causas, seus efeitos e analisa os mecanismos econômicos que estiveram em jogo nesse episódio traumático do capitalismo contemporâneo. Mostra também como cada época relê essa crise e quais lições foram tiradas dela.

Coleção: RUPTURAS
Autor: PEREIRA, WAGNER PINHEIRO
Editora: IBEP NACIONAL
Assunto: HISTÓRIA
Sinopse:

A quebra da bolsa de Nova York em 1929 foi um dos fatos econômicos - com reflexos sociais evidentes - mais marcantes do começo do século XX. A análise e a compreensão desse momento histórico se tornam imprescindíveis para nos situarmos no mundo contemporâneo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos brincar?

Crie quebra cabeças com suas fotos: Clique Aqui